Suplementação

Uma dieta equilibrada é composta pelo consumo de macronutrientes e micronutrientes, fibras e água encontrados nos alimentos, sendo responsáveis por nutrir e garantir o bom funcionamento do corpo. Qualidade de vida e bem-estar estão diretamente relacionados com o equilíbrio destes nutrientes.

Explicando um pouco melhor:

  • Macronutrientes – estão os carboidratos que são pães, arroz, macarrão e doces; as proteínas como carne, frango, peixe, leite, derivados do leite e os lipídios encontrados em óleos e castanhas.

  • Micronutrientes – os micronutrientes são compostos por vitaminas e minerais, que embora seja necessário ingerir quantidades inferiores aos macros, também são importantes para exercer as ações fundamentais do metabolismo do ser humano. Aliadas da boa saúde e do bom funcionamento do sistema imunológico, as vitaminas não podem faltar na dieta. Porém nem sempre esta ingestão é adequada pela maior parte da população

Quando existe a deficiência de nutrientes, qualquer um deles , é necessário realizar a suplementação alimentar.

A definição mais clara sobre suplementos alimentares pode ser encontrada de um informativo da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, de 2015:

“Suplementos alimentares têm por finalidade complementar a alimentação de indivíduos saudáveis”.

Ou seja, suplementos podem ser necessários para todos, já que cada indivíduo apresenta determinadas necessidades em suas fases de vida. Um exemplo são os idosos.

No caso dos idosos, a suplementação alimentar é ainda mais importante. Com o passar das décadas, ocorrem muitas alterações fisiológicas, por exemplo, a perda de massa, função e força muscular e alguns nutrientes como vitamina, D, cálcio, ferro e proteínas são de grande importância e, portanto, as reposições precisam ser feitas de maneira adequada, visando evitar doenças e lesões e garantir a qualidade de vida e a independência dos idosos.

Mas todos os idosos têm a necessidade de suplementação? Não! Com certeza não!

A avaliação desta necessidade somente poderá ser feita por um médico e/ou nutricionista baseado na clínica e exames bioquímicos.

O mesmo acontece com os praticantes de atividade física, se você entrou na academia e já te indicaram pelo menos 03 suplementos, repense!!! Será que realmente são necessários? Com uma alimentação balanceada, equilibrada e voltada para o seu objetivo, será que não será capaz de suprir as necessidades?

Os suplementos não substituem a alimentação. Os suplementos prontos e já industrializados se apresentam como uma saída segura e bem mais acessível para quem busca equilíbrio e melhora da imunidade corporal. Um suplemento alimentar, por melhor que seja, jamais substituirá uma boa dieta alimentar ou um tratamento nutricional específico. Afinal, como o próprio nome diz, suplemento é algo que existe para completar, portanto é um complemento alimentar, e nunca um substituto.

Cuidados necessários com suplementos alimentares

  • Quando se busca uma suplementação alimentar, é importante saber a qualidade do que se está consumindo, assim como é importante saber escolher os alimentos que se vai consumir.
  • O uso ideal dos suplementos alimentares é consumi-los com indicação e dose correta, seja para complementar a falha na alimentação ou suplementar nos casos de necessidade nutricional aumentada. A dose e a recomendação devem ser prescritas por um médico ou nutricionista.
  • Um alerta também para os excessos, já que exagerar na dose pode trazer consequências ao organismo. No caso das proteínas, por exemplo, o exagero pode causar sobrecarga nos rins.
  • O uso de vitaminas e minerais deve ser orientado por profissionais especializados. Doses complementares podem ser prescritas por nutricionistas e médicos, porém doses mais altas – suplementares ou megadoses – por serem consideradas doses medicamentosas, devem somente ser prescritas por médicos após avaliação individualizada de cada paciente, definindo a dose adequada, o tempo de uso e até mesmo respeitar as contraindicações, quando existirem, pelo risco de efeitos colaterais, como qualquer medicamento.

Equipe de Nutrição Hospital IMO